segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Galeria dos Mártires - Maureen Courtney e Teresa Rosales

MAUREEM RIP COUTNEY e TERESA ROSALES
Mártires da Fé
NICARÁGUA * 01/01/1990

Maureen Courtney e Teresa Rosales, religiosas da congregação de Santa Inês, foram assassinadas pelo "Contra" enquanto faziam os trabalhos pastoral e Ojo de Agua, Bluefields.

Maureen, americanos 45 anos e durante doze anos trabalhou como enfermeira entre os Miskito e em pequenas cooperativas. Teresa, nicaraguense Miskito, de 24 anos e cinco anos de vida religiosa.

Maureen, simples, dedicada, falava perfeitamente o Miskito. Ecumênica por convicção, falava sobre a religiosidade do povo, seja católica ou de outra religião. Devido as dificuldades da única clínica, sem médico e nem remédios, ela pediu ajuda ao Pastor Gary Campbell, Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos.

Teresa, assumiu o calvário da qual o povo sofria, tal qual o caminho de solidadriedade que deveria seguir, a exemplo do Mestre Jesus.

No entardecer do dia 01 de Janeiro de 1990, em um caminhonete dirigido por Maureen, viajava Teresa, Irmã Francisca Colomer e bispo auxiliar Pablo Schmitz, de Puerto Cabezas, para um encontro pastoral. Na estrada entre Siuna e Rosita, eles são emboscados com granadas e armas pesadas. Maureen e Teresa morrer instantaneamente. Francisca e Dom Pablo foram gravemente feridos. Os vizinhos ouviram os tiros e a explosão e alertar o exército sandinista, que recolhendo os cadáveres e feridos. No sacrifício de suas irmãs, as freiras de Bluefields renovam seu compromisso com uma maior fidelidade ao Senhor e ao povo, enquanto Maureen e Teresa entrar na casa do Pai. 

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada,
a partir da página: http://servicioskoinonia.org/martirologio/

Nenhum comentário:

Postar um comentário