quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Galeria dos Mártires - Irmã Victoria de la Roca Aldana

Irmã VICTORIA DE LA ROCA
Mártir dos Pobres de esquipulas
GUATEMALA * 06/01/1982

Maria Victoria de la Roca Aldana, religiosa guatemalteca, consagrada aos pobres de Esquipulas, sequestrada e desaparecida.

Victoria optou pela vida religiosa aos 20 anos e ingressou na Congregação dos Betlemitas. Com o tempo descobriu a problemática social que vivia seu país.

Acompanhou com interesse os movimentos populares, sensível às injustiças que sofriam seus irmãos, especialmente os indígenas, os camponeses, os pobres dos bairros marginalizados.

Durante a madrugada, seu convento foi assaltado por quinze homens fortemente armados que atacaram as religiosas e, depois, o incendiaram. Quatro deles, empunhando metralhadoras, levaram Victoria, superiora da comunidade e responsável pela equipe de catequese do departamento de Chiquimula.

O presidente da Republica, general Romeo Lucas, numa reunião da imprensa declarou que desconhecia o paradeiro da religiosa sequestrada, mas tinha “abundantes provas de seu relacionamento com os comandantes da guerrilha”.

Victoria, como Conrado de la Cruz e seu sacristão, como Carlos Pérez Alonso e tantos cristãos desaparecidos na Guatemala, é o símbolo da Igreja que se compromete com os pobres e, por isso, deve ser silenciada pela força. Por isso deve desaparecer.

Victoria, porém, é um nome e uma promessa de libertação.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada,
a partir do livro: Sangue Pelo Povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário