Postagens

Mostrando postagens de 2019

Galeria dos Mártires - Pe. Arturo Mackinnon

Imagem
Pe. ARTURO MACKINNON Mártir da Justiça REPUBLICA DOMINICANA * 22/06/1965
Pe. Arturo Mackinnon pertencia à Sociedade Missionária dos Padres da Missão Estrangeira Scarboro, Canadá. Seu trabalho sacerdotal na República Dominicana começou em 06 de outubro de 1960, em Azua (1960-1961) em San José de Ocoa (1962-1964) e janeiro 1965 foi enviado para o Município de Monte Plata, onde ele foi violentamente assassinado aos 33 anos em 22 de junho de 1965, depois de protestar contra a detenção arbitrária de 37 pessoas.
Dispararam contra ele uma rajada de metralhadora à queima-roupa e em seguida vários tiros de pistola.
O exercito deu uma versão de que o sacerdote morrera junto a dois membros do exército. Vizinhos do lugar, que viram os movimentos e escutaram os disparos, bem como o superior religioso de Arturo, puderam reconstruir a execução sumária no meio do caminho, deste sacerdote muito querido, de espírito generoso e enorme senso de justiça.
Pe. Arturo era grande amigo da juventude e dos pobres. Ti…

Galeria dos Mártires - Pe. Leo Commissari

Imagem
Pe. LEO COMMISSARI Mártir das Lideranças de São Bernardo do Campo-SP S. BERNARDO DO CAMPO-SP * 21/06/1998
Memória dos 21 anos de seu Martírio.
Padre Leo Commissari nasceu em Bubano - Itália, em 19 de abril de 1942. Descendente de família religiosa viveu a infância numa situação de pobreza devido a Guerra e o Pós-Guerra. Ordenou-se sacerdote em 1976. Tendo como exemplo o irmão missionário na China Filippo Commissari, chegou ao Brasil em 1970 em Itapetinga - Bahia, onde viveu 7 anos. Voltando à Itália quis envolver o Bispo num projeto de missão diocesana para padres, irmãs e leigos. O sonho se realizou em 1980 quando os Bispos de Ímola e Santo André decidiram um intercâmbio de padres e irmãs "Projeto Igrejas Irmãs". Desde o começo o grupo então formado de 3 padres e 5 irmãs de diferentes congregações da Diocese de Ìmola, escolheram trabalhar na periferia de São Bernardo do Campo.
Enfrentou a resistência da ditadura militar para entrar no País, por causa da forte presença da igreja …

Galeria dos Mártires - Sergio Ortiz

Imagem
SERGIO ORTIZ Mártir da perseguição à Igreja na Guatemala GUATEMALA * 21/06/1984
Sergio Ortiz, seminarista, foi sequestrado nos arredores da Universidade Nacional de San Carlos na Cidade da Guatemala. Foi encontrado morto dois dias depois. Seu corpo tinha sinais de torturas e um tiro de misericórdia.
O assassinato de Sergio é considerado como uma repressão oficial feita contra a Igreja Católica, por causa da atitude de denúncia que esta assume diante da situação econômica, social e política da Guatemala. 
“Há grupos poderosos interessados ​​em que os pobres não se despertem e nem que exijam seus direitos ... O fato de que algum padre se coloca a promover o camponês, a despertá-lo, a dizer de sua condição humana e sua dignidade, pode ser mal interpretado por aqueles que não querem que os guatemaltecos despertem para os seus  direitos, e que exijam seus direitos como pessoa. A pregação da Igreja não é uma mensagem abstrata para seres abstratos, mas sim uma mensagem eficaz para seres muito con…

Galeria dos Mártires - Pe. Rafael Palacios Campos

Imagem
Pe. RAFAEL PALACIOS Mártir das CEB’s EL SALVADOR * 20/06/1979
Rafael Palacios nasceu em San Luis Taipa, em 16 de outubro de 1938, sendo ordenado sacerdote diocesano no dia 26 de maio de 1963.
Após o assassinato do Pe. Octavio Ortiz e quatros leigos em 20 de janeiro de 1979, Pe. Rafael foi substituí-lo na Paróquia San Francisco Mexicanos, de San Salvador. Nesta comunidade esteve totalmente dedicado ao trabalho dos setores operários, especialmente dos bairros de Santa Tecla e de Santa Luiza. Seu principal serviço pastoral era a formação de comunidades eclesiais de base. Nisso reside também à causa de sua morte.
No dia 20 de junho de 1979, se dirigia a uma reunião das Comunidades Eclesiais de Base, (CEB’s), na Igreja El Calvario, foi assassinado em plena rua, crivado de balas pela ultra-direita, aos 41 anos.
Assim relatou um amigo seu: “Desde que o conheci, o escutei dizer que um sacerdote não tem razão de ser, senão no seio de uma comunidade. Que o essencial da mensagem de Jesus foi convidar …

Galeria dos Mártires - Felipa Pucha e Pedro Cuji

Imagem
FELIPA PUCHA e PEDRO CUJI Mártires do Direito à Terra EQUADOR * 17/06/1983
Felipa Pucha e Pedro Cuji, camponeses indígenas, mártires do direito à terra em Culluctuz, Equador. Felipa mãe de seis filhos e Pedro pai de dois filhos. Eles pertenciam à comunidade de Culluctuz, paróquia de Cicalpa, na província de Chimborazo. Assassinados por reivindicarem o direito à terra.
Salvador Santos, fazendeiro em terras indígenas e os fazem quase escravos, forçando ao trabalho duro para sustentar sua família, com um salário de miséria. Insatisfeito com o desempenho dos indígenas, ele manda punir os trabalhadores com barras de ferro.
Salvador Santos decide suspender por sete meses os camponeses em sua propriedade, enquanto chama outros trabalhadores, prometendo terra. “Nossos idosos têm permanecido em silêncio diante de tanta injustiça, porém, nós vamos nos organizar para denunciar”, diz José Chiliquinga, de 22 anos. Desde então, José começou a sofrer ameaças de morte, porque eu abri meus olhos e desperto…

Galeria dos Mártires - Aurora Vivar Vásquez

Imagem
AURORA VIVAR VÁSQUEZ
Mártir das Lutas Operárias
PERU * 16/06/1976

Aurora Vivar Vásquez, operária, militante cristã e secretária geral do Sindicato Único de Tiendas Monterrey. Morreu "misteriosamente" nos momentos mais combativos de sua vida sindical.
Participava de uma comunidade paroquial de um populoso bairro de Lima, participou ativamente na evangelização desde muito jovem.
Quem a conheceu de perto se recorda dela como uma militante combativa, classista e solidária. Sua luta não estava desligada do trabalho com os setores mais difíceis de integrar ativamente à revolução.
Sua experiência de luta se tornou ainda mais sensível por todos os que sofrem e sua fé estava arraigada no mais profundo do projeto histórico dos pobres.
Aurora tinha 42 anos quando morreu.
Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada, a partir de leitura do livro: Sangue Pelo Povo.

Galeria dos Mártires - Massacre de Soweto

Imagem
MASSACRE DE SOWETO Mártires do Direito e da Liberdade ÁFRICA DO SUL * 16/06/1976
Hoje fazemos memória dos 40 anos do terrível massacre de setecentas crianças assassinadas em Soweto, na África do Sul, por se negarem a aprender o “afrikaans”, a língua dos brancos que comandavam o país.
Hoje é feriado na África do Sul.
O 16 de junho é uma das datas mais importantes do país. É o Dia da Juventude. A data é uma homenagem aos mortos do massacre de Soweto, que aconteceu em 1976.
Cerca de 15 mil jovens estudantes da região, que fica na periferia de Johanesburgo, saíram às ruas em plena época do apartheid para protestar contra o sistema de educação. Na época, os negros pagavam para estudar em escolas superlotadas, enquanto os brancos tinham ensino de melhor qualidade de graça. O balanço do ano anterior mostrava que o percentual de investimento do governo sul-africano no ensino de um aluno branco era 15 vezes superior ao de um aluno negro. Essa situação gerou revolta.
Mas o estopim para o levante dos a…

Galeria dos Mártires - Pe. Gisley Azevedo

Imagem
Pe. GISLEY AZEVEDO Mártir da Juventude BRAZLÂNDIA-DF 15/06/2009
Memória dos 10 anos da Páscoa do Pe. Gisley

Quando comemos e bebemos a utopia na celebração da Eucaristia, Gisley presente!
Quando um grupo nasce para o jovem encontrar a felicidade, Gisley presente!
Quando ocupamos as ruas, lutando por políticas públicas, Gisley presente!
Quando defendemos a vida da juventude empobrecida, Gisley presente!
Quando lutamos contra a redução da idade penal e o extermínio de jovens, Gisley presente!
Quando amamos e servimos aos jovens mais pobres, Gisley presente!
Quando a juventude tem vez, voz e lugar, Gisley presente!
Quando dançamos a ciranda pela vida da juventude, Gisley presente!
Quando nos reunimos para fazer festa, comer, beber, viajar, Gisley presente!
Quando paramos à beira do Rio São Francisco ao viajar de Brasília para BH, Gisley presente!
Quando nos abraçamos, nos amamos, nos cuidamos e nos protegemos, Gisley presente!

Queridos/as amigos/as e familiares do padre Gisley,
Queridos/as jovens, asses…

Galeria dos Mártires - Pe. Gisley Azevedo

Imagem
Memória dos 10 anos da Páscoa do Pe. Gisley
Vamos juntos gritar, girar o mundo...

É muito tempo de presença/ausência, e nesta data queremos nos unir para fazer memória e rezar. Juntos/as familiares, amigos/as e a Igreja que Povo de Deus, nos caminhos da libertação vamos tornar célebre este dia, que na verdade é a abertura de um ano memorial e de profecia.

Proposta celebrativa no DF, no sábado, dia 15/06:
6h - Saída da Praça do Relógio em Taguatinga.
Este será o ponto de encontro (inclusive de carona solidária) para juntos/as irmos para o local do martírio.
6h30 - Amanhecer no cruzeiro (Brazlândia)
Momento orante contemplativo.
8h - Café da manhã partilhado.
Na chácara Marista Vila Champagnat (na BR 251, Incra 7, Brazlândia) teremos um café da manhã. Traga algo para partilhar e faremos um piquenique.
9h - Celebraremos um Ofício Divino
Momento com uma boa Roda de Memória, na recordação da vida.
13h – Almoço.
Ao redor da mesa, como quem come e bebe a utopia, terminaremos nosso momento. …
Imagem
VICENTE HORDANZA GÓMEZ Mártir dos Camponeses PERU * 14/06/1983
Vicente Hordanza Gómes, nasceu em 1935, em Fernán Caballero, província de Ciudad Real, Espanha. Foi ordenado em 1967 e partiu como missionário para a Colômbia onde permaneceu até fevereiro de 1973. 
Em outubro de 1974, Vicente chegou ao Peru, onde esteve como pároco de Chancay, até seu martírio em 14 de junho de 1983.
Vicente esteve sempre identificado com os pobres, com os camponeses, com os marginalizados, com os jovens e com todos eles sofre as consequências de um sistema injusto e de uma sociedade desumana. E sua atitude não foi bem vista pelas classes sociais poderosas e dominantes e por sua postura e compromisso com o povo foi acusado de agitador.
De uma vida simples, sempre generoso com tod@s, sempre sorridente e espirituoso, trazia alegria a tod@s, bem como sempre comprometido e preocupado com a vida dos mais pobres. Assim ele conquistou a simpatia do povo.
Nas reuniões com o povo, se mostrava sempre feliz e bem humorado,…

Galeria dos Mártires - Frei Cosme Spessoto

Imagem
Frei COSME SPESSOTO Mártir da Caridade EL SALVADOR * 14/06/1980
Memória dos 39 anos de seu Martírio.
Frei Cosme Spessoto, italiano, sacerdote franciscano de 57 anos. “O vinhateiro de San Juan Nonualco”, como era chamado por sua obstinação em tratar de cultivar a vinha do Senhor e de conseguir esse intento.
Pároco durante 27 anos e vigário episcopal da diocese de San Vicente, foi assassinado por quatro indivíduos bem armados que entraram na igreja e dispararam contra ele enquanto rezava.
Mártir da caridade, desenvolveu durante sua vida uma incansável atividade missionária. Sua intenção foi ser “instrumento de paz” entre seus paroquianos por fim a violência.
Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada, a partir do livro Sangue Pelo Povo.