terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Galeria dos Mártires - Ir. Alicia Domont e Ir. Leonie Duquet

Ir. ALICIA DOMONT e Ir. LEONIE DUQUET
Mártires da Solidariedade com os Desaparecidos
ARGENTINA * 08/12/1977


Ir. Alicia Domont
Alicia Domont, religiosa Francesa das Missões Estrangeiras, trabalhou na Argentina desde 1967. Sequestrada com outra religiosa da mesma congregação, Leonie Duquet e 12 familiares de desaparecidos, depois de uma reunião na paróquia de Santa Cruz, em Buenos Aires.

Alicia foi a primeira freira a morar em um bairro pobre de Buenos Aires, para trabalhar e viver lá com e como os pobres. Sua vida foi dedicada ao serviço dos pobres, primeiro no campo e, em seguida, nas favelas de Buenos Aires. 

Ela acompanhou as mães dos desaparecidos em manifestações e marchas de protesto. De maneira especial, ela se importava com as famílias dos desaparecidos e presos políticos. Em uma ocasião ela foi detida por 24 horas por policiais, sem qualquer razão. 

Ir. Leonie Duquet
No dia 8 de dezembro de 1977, ao sair da Igreja de Santa Cruz em Buenos Aires, foi levada pela polícia junto com a religiosa, sua companheira e, desde então, não existe qualquer informação oficial sobre ela ou sobre Ir. Leonie Duquet. 

Porém, se sabe que ela foi torturada e morreu durante a tortura. Seu corpo está desaparecido. Leonie foi preso e morto no dia 10 de Dezembro.

Em sua última carta Ir. Alicia escreveu: "Sinto-me verdadeiramente em comum com tantas famílias que sofrem o mesmo drama. Tratamos de encontrar a resposta do Senhor à luz do Evangelho... Nossa oração deve estender-se a todos e expressar-se de formas diversas: uma greve de fome, uma concentração, uma carta aberta aos bispos, etc. Estou convencida de que esta situação de paixão está profundamente unida à de Cristo e que ela precede à da Ressurreição".

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário