sábado, 1 de outubro de 2016

Galeria dos Mártires - Mons. Jesús Emílio Jaramillo

MONS. JESÚS EMILIO JARAMILLO
Mártir da Paz e do Serviço
COLÔMBIA * 02/10/1989

Jesús Emilio Jaramillo, Bispo da diocese de Arauca, 73 anos. Foi assassinado com 4 tiros em Santa Clara, retornando de uma visita pastoral.

Jesús nasceu em Santo Domingo, Antioquia. Muito jovem, ingressou no seminário dos Missionários Xaverianos em Yarumal. Desde a sua ordenação em 1940, ocupa cargos de responsabilidade em seu Instituto, até chegar a superior geral da congregação. Em 1971 ele foi consagrado bispo de Arauca. "Um homem abnegado, dedicado ao ofício de pastor, simples e humilde, nunca demonstrou superioridade e sempre mostrou um espírito de serviço", disse o cardeal Revollo e assim também era reconhecido pelo povo. 

Exerceu o seu ministério em momentos difíceis para a região: as reivindicações populares; exploração de poços de petróleo que não significa nenhum benefício para os mais pobres; presença da guerrilha e de alta militarização.

O bispo buscava o desenvolvimento social, cultural e pastoral. Fundamentalmente, foi um homem de diálogo, mesmo com as guerrilhas; mas soube ser firme, duro, quando repudiava a violência. 

Ao trafegar pelo estrada de Fortul para Tame em um jipe ​​junto com três sacerdotes e a secretária da diocese, foram detidos por três homens que afirmam pertencer ao Exército de Libertação Nacional - ELN - O bispo e padre Helmer Muñoz são mantidas os demais foram liberados. Foram levados no mesmo jipe ​​até mais adiante, fizeram descer o Padre Muñoz, porque eles precisavam conversar com o bispo. O bispo pressentia sua morte pediu a absolvição ao sacerdote. No dia seguinte, alguns camponeses encontraram seu corpo torturado.

O repúdio pelo assassinato do Bispo é unânime. Para justificar sua ação, a facção do ELN, que foi responsável, declara: "Suas intenções para mediar com o governo e a classe dominante eram simplesmente uma farsa montada com a oligarquia a serviço do imperialismo norte-americano ...". Por sua vez, a revista cristã SOLIDARIDAD, de Bogota, diz: "Em nome do Deus da Vida e do Evangelho de Jesus de Nazaré afirmamos o sagrado direito à vida de todas as pessoas. Ninguém tem o direito à vida de outra pessoa... Este crime é de extrema gravidade, pois se trata do assassinato de um bispo que faz parte de uma Igreja da qual pertencemos... Amamos a nossa Igreja. Nós a amamos com ternura e capacidade crítica. Seguiremos amando e seguiremos criticando, para contribuir para a sua conversão...". 

A Eucaristia para celebrar a vida e o martírio do Monsenhor Jesús Emilio Jaramillo foi presidida em Arauca por 26 bispos, 50 sacerdotes e milhares de fiéis participaram, acompanhando seu corpo que foi sepultado na catedral de Santa Barbara.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada,
a partir da página: http://servicioskoinonia.org/martirologio/

Nenhum comentário:

Postar um comentário