segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Galeria dos Mártires - Carlos Prats e Sofia Cuthbert

CARLOS PRATS e ESPOSA
Mártires da Democracia
CHILE * 30/09/1974

Carlos Prats, general do exército chileno, e sua esposa, Sofia Cuthbert, mártires da democracia no Chile. Foram assassinados em Buenos Aires por uma bomba instalada em seu carro.

Carlos era general do exército e ambos militantes cristãos e pais de três filhas.

Ele era o comandante e chefe do Exército durante o governo de Salvador Allende, e chegou a ser ministro da Defesa, do Interior e vice-presidente em momentos cruciais do governo socialista.

Convencido de que as Forças Armadas deviam submeter-se ao poder legítimo, Prats acreditava que o governo de Allende era uma modesta tentativa de progresso social e independência das potências imperialistas.

Ele era um humanista, crente, apaixonado pela Igreja inserido no mundo, de acordo Medellin. Dias antes do golpe, Prats se retira e aconselha o mesmo a Allende. Após o golpe de 11 de setembro de 1973 e o assassinato do presidente, Prats escreveu: “Penso na terrível responsabilidade dos meus antigos companheiros para esmagar pela força a um povo orgulhoso do exercício dos seus direitos e liberdade. Medito sobre as milhares de pessoas que perderam a vida.. nos que perderam seus trabalhos e sua dignidade. Sinto que os meus antigos companheiros jamais recuperarão a paz de suas almas atormentada pelo remorso ...”.

Prats foi autorizado a viajar para a Argentina com sua esposa, onde eles morrem nas mãos dos serviços de inteligência chilenas. Carlos, servidor da democracia, e Sofia, são mártires da justiça, que está florescendo no Chile.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada,
a partir da página: http://servicioskoinonia.org/martirologio/

Nenhum comentário:

Postar um comentário