segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Galeria dos Mártires - María Magdalena Enríquez

MARÍA MAGDALENA ENRÍQUEZ
Mártir e Defensora dos Direitos dos Pobres
EL SALVADOR * 03/10/1980

María Magdalena Enríquez, secretária de imprensa da Comissão de Direitos Humanos de El Salvador. Foi sequestrada de sua residência por oito homens armados e encontrada assassinada numa fossa do porto de La Libertad. Seu corpo apresentava quatro perfurações a bala, tiro de misericórdia, violação, estrangulamento, torturas...

María era membro da Igreja Batista e do Movimento Estudantil Cristão (MEC), se ocupava especialmente dos pedidos de habeas corpus em favor dos desaparecidos.

Ela permaneceu em El Salvador junto a outros membros da Comissão, apesar das ameaças de morte por causa de sua ação em favor dos direitos de seus irmãos.

Dias antes do seu sequestro foi advertida de que seria assassinada se não abandonasse imediatamente o país.

O governo afirmou “não estar implicado neste fato”, embora dois homens que a sequestraram vestiam uniforme da polícia.

María Magdalena tinha 32 anos, um filho de 10 anos, um pai de 87 anos e especialmente uma folha de serviços totalmente dedicada à vida de seu povo salvadorenho.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada,
a partir do livro: Sangue Pelo Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário