terça-feira, 2 de agosto de 2016

Galeria dos Mártires - Massacre de Caracoles

MASSACRE DE CARACOLES
BOLÍVIA * 03/08/1980

Facções do exército boliviano de Viacha, Tarapacá e Ouro atacaram o centro mineiro de Caracoles com morteiros, tanques e aviões de guerra, depois do golpe de estado de 19 de julho, para esmagar toda a resistência. Os mineiros se defenderam com pedras, paus e algumas cargas de dinamite.

Pela tarde, a maioria dos mineiros tinha sido exterminados ao fugirem para os matos ou ao se esconderem em outro povoado. Foram atravessados a baionetas e os feridos degolados. Puseram uma dinamite na boca de um mineiro para ele voar pelos ares em pedaços.

As mulheres e mesmo as meninas foram violentadas. Gente muito jovem, quase criança, morreu em consequência de torturas.

Os soldados saquearam as casas e m os s para leva-los consigo. Ao amanhecer do dia seguinte, os feridos foram carregados em três caminhões e levados para La Paz. Depois de três dias, as mulheres sobreviventes tinham permissão para procurar os mortos. Encontraram apenas roupas e calçados encharcados de sangue. Os mortos haviam desaparecidos.

Alguns, enterrados em vala comum. Mas não se permitiu aproximar-se minguem que pretendesse identificar os mortos.

Foram 500 os mineiros mortos e desaparecidos.


Texto retirado do livro: Sangue Pelo Povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário