terça-feira, 16 de agosto de 2016

Galeria dos Mártires - Josias Paulino de Castro e sua esposa, Ireni da Silva Castro

JOSIAS PAULINO DE CASTRO e IRENI DA SILVA CASTRO
Mártires da Terra Livre
COLNIZA-MT * 16/08/2014

Josias Paulino de Castro, 54 anos, e sua esposa, Ireni da Silva Castro, 35 anos, líderes rurais, foram assassinados em Colniza, MT, no dia 16 de Agosto de 2014.

Josias era Presidente da Associação ASPRONU (Associação de Produtores Rurais Nova União), ele teria denunciado alguns políticos da região, por extração ilegal de madeira. Também denunciou a Polícia Militar por irregularidades e órgãos do governo por emissão irregular de títulos definitivos das terras na região.

A execução revoltou moradores da região, já que todos sabiam que o casal foi até Cuiabá realizar várias denúncias ao ouvidor Agrário Nacional, desembargador Gercino José da Silva. 

Josias já havia afirmado por várias vezes a existência de "pistoleiros" na região e que nunca foram tomadas providências. E segue dizendo: "Estamos morrendo, somos ameaçados, o Governo de Mato Grosso é conivente, a PM de Guariba protege eles, o Governo Federal é omisso, será que eu vou ter que ser assassinado para que vocês acreditem e tomem providências”, disse Josias no dia 5 de Agosto.

Segundo informações da Polícia Civil de Colniza, os corpos foram encontrados crivados de tiros de arma de fogo 9mm, que é de uso restrito. “Os dois foram baleados na cabeça e Ireni ainda levou um tiro na mão”, disse um policial.

O delegado de Polícia Judiciária Civil, Marco Bortolotto Remuzzi, abriu inquérito e investiga o duplo homicídio. A polícia ainda não tem informações a respeito de quem tenha assassinado o casal.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário