quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Galeria dos Mártires - Valmir Rodrigues de Souza

VALMIR RODRIGUES DE SOUZA
Mártir do Trabalho Infantil
BARREIRAS-BA * 29/10/1991

Valmir Rodrigues de Souza, menino de 8 anos que trabalhava para o fazendeiro "Toinho Chorenga", que o espancou porque uma roda do carro de bois em que trabalhava ficou presa num buraco.
Valmir morreu no Hospital Regional de Barreiras-BA, em consequência das lesões, no dia 29 de outubro de 1991.
É símbolo de todas as crianças vitimas do trabalho infantil e da violência no campo.

Entre nós existe um empenho em não chorar
Sobre o teu nome, Valmir. Porque lágrima,
Já o sabiá espalhou como semente, por todos os lados.

Foste uma criança muda, um testemunho
Caído antes que a noite corroesse o céu com azedumes.
Antes que a dor nascesse como um susto mais profundo
Semelhante ao trovão que te feriu a carne
E que todos escutamos enraivecidos.

Maldito seja o homem e o sistema
Que te levaram ao trabalho imaturo, antes do brinquedo.
Maldito o homem e a covardia
Que te roubaram a fantasia e o frescor da penumbra
E as coisas pequeninas de que necessitavas.
Maldito o latifúndio que te espancou a carne
Com fios farpados de sua ignorância
Espantando os pintassilgos que te cercavam

E que só voltaram para um adeus
Quando tua carne dormiu tranquila
E a elegância da terra venceu a dor
Ordenando à lua que te sarasse as feridas
E devolvesse a ti - e aos teus em prêmio, toda tua juventude...

Texto retirado do livro: Raízes, Memorial dos Mártires da Terra, de Jelson Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário