quarta-feira, 20 de abril de 2016

Galeria dos Mártires - Galdino Jesus dos Santos

GALDINO JESUS DOS SANTOS
Mártir da Discriminação
BRASÍLIA - DF * 20/04/1997

19 anos de seu Martírio

                Galdino Jesus dos Santos, índio Pataxó, do Sul da Bahia, 44 anos, tinha ido à Brasília mais uma vez para exigir a devolução das terras pataxó, griladas por fazendeiros.  Cansado pelas manifestações e outras atividades do Dia do Índio, na madrugada do dia 20, Galdino estava dormindo num ponto de ônibus. Passando por ali 5 rapazes em atitude de farra resolveram queima-lo derramando combustível em seu corpo e ateando fogo.

Líder Pataxó e símbolo da resistência do seu povo que há cinco séculos vêm sofrendo em primeira linha as investidas da dominação invasora, Galdino tornou-se também vítima-símbolo da discriminação e do sadismo de uma “civilização” desumana.

Quatro anos depois do crime, Max Rogério Alves, Eron Chaves de Oliveira, Tomás Oliveira de Almeida e Antônio Novély Cardoso de Vilanova foram condenados pelo júri popular a 14 anos de prisão, em regime integralmente fechado, pelo homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que impossibilitou defesa à vítima). Já o adolescente, G.N.A.J. foi condenado a um ano de medidas socioeducativas.

No local onde ocorreu o crime foram colocadas 2 esculturas relativas ao assassinato de Galdino: uma retrata uma pessoa em chamas e a outra representa uma pomba, símbolo da paz. O local passou a ser chamado “Praça do Compromisso”.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada,
a partir de pesquisa na internet e da Galeria dos Mártires.



Nenhum comentário:

Postar um comentário