segunda-feira, 21 de julho de 2014

Galeria dos Mártires - Pe. Jorge Oscar Adur


 Pe. JORGE OSCAR ADUR
Cristão pela Libertação
ARGENTINA * 22/07/1980

Sacerdote assuncionista argentino, de 48 anos. Exilado em Paris, viajou para a Argentina, onde foi sequestrado quando se dirigia ao Brasil, por motivo da viagem do Papa. 

Em sua juventude, Jorge foi presidente da JEC (Juventude Estudantil Católica), em sua terra natal. Aos vinte anos ingressou na Congregação dos Padres Assuncionistas, onde foi ordenado sacerdote.

Como tal, desenvolveu um intenso trabalho pastoral tanto na "villa miseria" de Belgramo como em vários colégios de Buenos Aires. Posteriormente foi nomeado superior do Escolsticado Assuncionista Latino-Americano em Santiago do Chile, regional de sua Congregação na Argentina, assessor nacional de Ação Missionária Argentina, fundador da Equipe de Pastoral Vocacional da Conferência dos Religiosos da Argentina, assessor de vários grupos de Ação Católica.

Com o golpe militar de 1976, sua casa foi invadida e, como não o encontraram, foram sequestrados os religiosos Raúl Rodríguez e Carlos Antonio Di Pietro.

Em consequência desses fatos os superiores de Jorge o transferiram para a Europa, onde ele denunciou a violação dos direitos humanos em sua pátria e decidiu continuar a luta vinculado aos Montoneros.

Em sua mensagem de Natal de 1978, assim se expressou: "Como homens e mulheres da Igreja estamos diante de uma situação de exceção, ninguém pode ficar indiferente, não hesitamos então um segundo, em aderir a uma luta que já nos parece longa, mas que devemos concluir com a vitória".

O padre Adur pertence hoje à extensa lista de desaparecidos da Argentina, juntamente com seus companheiros religiosos Raúl e Carlos, por sua clara opção pelos marginalizados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário