sexta-feira, 10 de junho de 2016

Galeria dos Mártires - Pe. Héctor Gallego

Pe. HÉCTOR GALLEGO
Mártir a serviço dos camponeses
PANAMÁ * 09/06/1971

Héctor Gallego, sacerdote colombiano de 33 anos, mártir a serviço das comunidades camponesas de Santa Fé, em Veráguas, Panamá.

Chegou ao Panamá da Colômbia em 1967, em um momento crucial na vida da Igreja universal (Vaticano II) e, especialmente, da América Latina (Medellin). 

Trabalhou nas áreas de Santa Fé de Veraguas, lutando contra as injustiças e abusos dos fazendeiros, organizando os agricultores em cooperativas, levando a Palavra de Deus a todas as comunidades, denunciando nos meios de comunicação as situações injustas em que o povo panamenho vivia.

Foi pioneiro na promoção da CEB’s, na leitura popular da Bíblia, nos cursos de conscientização, no estímulo a organização popular. 

Ele começou a se tornar um incômodo para os ricos proprietários de terra. Uma noite, enquanto estava na casa de um dos agricultores com quem trabalhava, alguns soldados vieram em um jipe ​​e pediu para que Pe. Hector fosse até o quartel. Ele disse que iria dormir, pois estava cansado, e que na manhã seguinte iria ao quartel com seus próprios pés. Os soldados insistiram, então Héctor entrou na casa e tranquilizou o amigo camponês e sua família com um sorriso, e os acompanhou. Desde aquela noite não foi mais visto, alguns dizem que ele foi morto naquela noite. 

Afirmava um padre amigo seu, este homem tem vivido o Evangelho até as últimas conseqüências”. Maria Lopes Vigil, publicou um livro comovente dedicado ao jovem mártir de vida fecundíssima: “Héctor Gallego está vivo!”.

Texto elaborado por Tonny, da Irmandade dos Mártires da Caminhada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário