quinta-feira, 3 de março de 2016

Galeria dos Mártires - Antonia Martínez Lagares

ANTONIA MARTÍNEZ LAGARES
Mártir da luta universitária
PORTO RICO * 04/03/1970

Antonia Martínez Lagares, nascida em Arecibo, Porto Rico, estudante de 20 anos, assassinada pela polícia no dia 04 de março de 1970. Mártir das lutas estudantis.

Fazemos memória dos 46 anos do martírio da jovem universitária Antonia Martínez Lagares vítima de projétil disparado contra ela.

Alunos da Universidade de Porto Rico, campus Rio Piedras, protestava contra a presença dos ROCT (Oficiais da Reserva Training Corps) no campus. 

Durante os conflitos causados, a polícia de choque foi enviada para o campus UPR-RP para controlar os alunos que protestavam, Antonia olhou da varanda de sua hospedagem, no segundo andar do prédio da universidade. Enquanto policiais derrubar outros estudantes companheiros, ela gritou para eles: "Assassinos". Um dos policiais olhou para o balcão, pegou a arma e atirou nela. A bala atravessou a cabeça e feriu no pescoço um outro estudante que estava com ela. 

Antonia morreu logo depois no hospital. Celestino Santiago, o estudante ferido, identificou o policial que disparou o tiro e alguns dos presentes policiais. Depois disso, um policial foi acusado, mas foi absolvido em julgamento.

A morte de Antonia Martínez foi tomado como um símbolo do abuso policial e da opressão. Dois murais foram feitos em sua homenagem: um está localizado no Edifício Humanidades da UPR-PR e outro em comemoração ao 40º aniversário da morte de Martínez, fica na cidade de Ponce, Porto Rico. Em 2010, o mural foi vandalizado. Liderados pelo ex-preso político Rafael Cancel Miranda.

Um grupo de ativistas de várias organizações apoiaram um grupo de artistas urbanos para restaurar o mural.

O vídeo abaixo mostra o dias de seu funeral, bem como imagens dos conflitos.

Este vídeo com uma canção em memória de Antonio "El Topo" canção de Caban Vale.

Texto elaborado por Tonny da Irmandade dos Mártires da Caminhada,
a partir de pesquisa na Internet.

Edifício Humanidades da UPR-PR
    
Mural feito por ocasião dos 40 anos do seu martírio

Nenhum comentário:

Postar um comentário